PEC da Segurança Pública será construída pela Ampol e associadas

A Associação Nacional das Mulheres Policiais do Brasil (Ampol), envolvida em todas questões da Reforma da Previdência, que geraram embates bem como mexeram com o futuro das policiais, em breve lançará mais uma ação que poderá restabelecer os direitos naturais, legítimos e consagrados dos servidores policiais do país: a Proposta de Emenda à Constituição – PEC da Segurança Pública.

Após o término do trâmite no Senado Federal da PEC Paralela (133/2019) referente às regras complementares da Reforma da Previdência, a entidade dará início ao processo pela aprovação da proposta pela segurança pública na casa.

A PEC Paralela ainda será votada e aprovada na Câmara dos Deputados em dois turnos. No Senado Federal resta uma votação para os destaques.

Assim que a PEC Paralela seguir para as mãos dos deputados, a Ampol pressionará os parlamentares pela inserção no texto de emendas que suavizem a regra de transição para os servidores policiais.

Ampol não para
A PEC da Segurança Pública pensada pela Ampol tem mais um reforço com a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) que a entidade vai entrar no Supremo Tribunal Federal (STF).

A ADI tem como propósito denunciar os absurdos e abusos da Reforma da Previdência cometidos contra a segurança jurídica do policial brasileiro. Bem como a PEC da Segurança Pública visa valorizar a vida de cada agente e o sistema em geral no país.

Associadas à PEC
O trabalho pela construção da PEC da Segurança Pública será conjunto. Sugestões serão aceitas pela entidade, que vai receber via e-mail as ideias que podem reverter e melhorar o futuro das mulheres policiais. Para isso, basta encaminhar para o endereço: [email protected]
as propostas.

A Proposta de Emenda à Constituição construída pelas mulheres que formam a Ampol vai fortalecer a segurança pública, gerando mais investimentos do Estado, no cidadão e profissional policial. Um interesse de todos que contam com o pleno funcionamento das instituições que trabalham em prol da preservação da vida das pessoas e de seus patrimônios, zelam pelos serviços e bens da nação e mantêm a paz e a ordem pública.

COMPARTILHAR